fbpx
Voltar

Notícias

Acompanhe nosso blog
2402

Entidades e poder público unem-se a favor da construção sustentável

Postado por: Grupo S2

Construção sustentável, um novo negócio para o meio ambiente.

O Fórum de Desenvolvimento Urbano e Construção Sustentável, uma articulação permanente de órgãos públicos e entidades privadas, foi criado em 9 de junho na universidade Uninove, com a participação do SindusCon-SP. Formado a partir de uma iniciativa do deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP), o fórum objetiva fomentar a adoção de tecnologias nas construções, que resultem em comportamentos e estilos de vida que promovam conservação e reuso da água (incluindo a de chuva), economia de energia, gestão adequada de resíduos e conforto térmico.

Além do SindusCon-SP, participam do fórum AsBEA (escritórios de arquitetura), CAU-SP (conselho de arquitetura e urbanismo), CBCS (conselho de construção sustentável), Comissão de Política Urbana Metropolitana e Meio Ambiente da Câmara Municipal de São Paulo, Crea-SP (conselho de engenharia), Instituto de Engenharia e Secovi-SP (sindicato da habitação).

Estas entidades se comprometeram a instalar, manter e divulgar o fórum e suas atividades, contribuindo para a integração urbana, o combate às mudanças climáticas e o desenvolvimento ambientalmente sustentável do país.

O fórum terá reuniões mensais e, excepcionalmente, duas reuniões por mês. Cada participante indicará um membro titular e um suplente. Todas as decisões serão tomadas por consenso e a coordenação exercida por um dos seus membros eleitos para um mandato de um ano. No primeiro ano, a coordenação caberá conjuntamente a CBCS, Secovi-SP e SindusCon-SP, secretariado pela Uninove.

Eficiência energética – Na abertura do fórum, o SindusCon-SP esteve representado pelo vice-presidente de Meio Ambiente, Francisco Vasconcellos. Além dele e de Paulo Teixeira, também compuseram a mesa de abertura o reitor da Uninove, Eduardo Storopoli; a secretária de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Loreni Foresti; e o secretário municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, Wanderley Meira do Nascimento.

A seguir, em palestra coordenada por Vasconcellos, a secretária Loreni apresentou os principais itens de uma instrução normativa obrigando as novas edificações públicas federais e as obras de retrofit à etiquetagem de eficiência energética “Classe A”.

Na sequência, o vice-presidente do Secovi-SP, Ciro Scopel, coordenou palestra do professor Roberto Lamberts, da Universidade Federal de Santa Catarina, sobre a importância da eficiência energética nas edificações. Lamberts alertou para a necessidade de adoção de novas tecnologias e hábitos visando à conservação, uma vez que o consumo energético está aumentando junto com o IDH numa velocidade muito maior em relação à elevação da produção de energia e num quadro de escassez de água.

Em 10 de junho, os integrantes do fórum firmaram o documento de sua fundação e realizaram diversos debates. A cobertura completa do evento estará na edição de julho da revista Notícias da Construção.

Artigos relacionados

24 / 02

Dicas para renovar a cozinha

Alguns updates no ambiente É fato que a reforma da cozinha está na lista das mais complicadas. Enquanto falta coragem para o quebra-quebra, que tal apostar em algumas pequenas mudanças?…

Ver matéria completa
24 / 02

Nova norma ABNT sobre obras em condomínios verticais

Saiba mais sobre a nova norma ABNT e contribua para a segurança do seu condomínio. A nova norma da ABNT (16.280), vigente desde 18/04/2014, aplica uma nova norma para a…

Ver matéria completa
24 / 02

Posso aplicar papel de parede sobre azulejo?

Veja a resposta dos especialistas Pode, mas depende do ambiente. Em banheiros não é recomendável, por causa do vapor e da umidade. Já em lavabos, sim, uma vez que as…

Ver matéria completa
Voltar ao Topo