fbpx
Voltar

Notícias

Acompanhe nosso blog
0406

Vistoria de Imóveis – Por que é tão importante?

Postado por: Marketing Montante
A vistoria de imóveis é parte fundamental do processo de compra do imóvel, seja ele novo ou usado. É neste processo que você conhece a fundo o imóvel e nota qualquer tipo de imperfeições, podendo tomar ações imediatamente e assim evitando problemas futuros.
Na inspeção, deve haver uma análise de toda a infraestrutura do imóvel, tanto interna quanto externamente. Devem ser vistoriados os sistemas elétricos, hidráulicos, portas, janelas, forros telhados, pisos, revestimentos e pintura.
Na Montante é necessário vistoriar e atestar a qualidade do imóvel para receber as chaves. Assim garantimos sempre a satisfação de quem está comprando o imóvel.
Como a construção civil é um processo bastante artesanal, apresenta características e imperfeições naturais e por isso iremos ajudar você a identificar eventuais problemas que devem ser corrigidos.

Selecionamos algumas dicas básicas para lhe auxiliar na vistoria de imóveis:

 

1. Faça Checklist

A primeira dica é você ter uma lista de checagem. Pode ser num caderno ou em um aplicativo de notas como o Google Keep ou o Lembrete do seu celular, por exemplo. Defina qual a forma mais prática para você.

O mais importante é anotar todos os itens que devem ser verificados. Dessa forma você consegue ter um controle maior e não esquecer de nenhum detalhe.

 

2. Use o memorial descritivo como guia para sua vistoria de imóveis

O memorial descritivo, é um documento público, inclusive, registrado em cartório pela construtora. Caso haja discordâncias ou dúvidas, ele deve ser consultado e seguido.

No memorial descritivo constam desde todas as especificações técnicas da propriedade até detalhes dos materiais utilizados no acabamento do imóvel por exemplo.

O que o comprador encontra no momento da vistoria precisa estar nas condições apresentadas no memorial descritivo.

 

3. O que avaliar ao receber o apartamento?

Esquadrias, portas e Janelas

Os observe e confira desde o momento que entrar no apartamento. Veja se não há danos superficiais como lascas, pintura ou arranhões. Depois teste as fechaduras, tanto pelo lado de dentro quanto fora, inclusive nos quartos e na entrada de serviço.

Em termos de janelas, verifique se estão emperrando ou com ruídos exagerados.

Para saber se a vedação está correta uma dica é fechar todo o imóvel, deixar os cômodos escuros e verificar se existe algum ponto de luz com maior intensidade. Se sim, veja se o local pode ser um problema num dia de muito vento ou chuva.

 

Piso e contra-piso

Além da avaliação visual, você pode usar os outros sentidos, como tato e audição, para identificar qualquer imperfeição.

Com cuidado bata algo mais rígido para verificar se existe algum ponto “oco” no piso. Se existir, solicite o reparo. Pois futuramente esse ponto “oco” pode causar um descolamento das peças, deixando o local frágil a impactos mecânicos.

Também é muito importante avaliar se há algum desnível, pois, até mesmo poucos centímetros já podem causar problemas.

 

Elétrica e gás

Caso você não tenha algum conhecimento técnico na parte elétrica vale a pena chamar algum conhecido ou profissional da área. Mas se for sozinho veja se interruptores e tomadas estão nos locais corretos e se todos os circuitos e nomes estão indicados no quadro de luz.

O mesmo princípio vale para o teste das instalações de gás, veja se estão com indicações corretas e posteriormente teste com um fogão, por exemplo.

 

Hidráulica

Veja se as torneiras e ralos estão de acordo com o memorial descritivo, depois abra tudo e observe se a água está escoando corretamente ou se existem pontos de entupimento.

Não esqueça das válvulas das descargas dos vasos sanitários, reparando na pressão e na presença de alguma infiltração dos arredores. Para conferir o caimento do piso, use um balde para despejar água no chão.

 

Paredes e teto

Você pode usar um esquadro, mesmo aqueles mais básicos de escola, para apoiá-los nas quinas e avaliar se as superfícies estão retas, formando um ângulo de 90 graus. Para os mais básicos, a dica é checar visualmente a planicidade, observando se não existem pontos que formam sombra.

 

Áreas externas

Muitas pessoas pensam que a vistoria deve incluir apenas o imóvel, mas as áreas comuns e externas devem ser incluídas e conferidas de acordo com o memorial descritivo.

Analise a qualidade das áreas comuns e se tudo está de acordo com o informado pela construtora. Se algo estiver faltando, você deve solicitar os devidos reparos e ajustes.

 

Com estes pequenos cuidados as chances de você ter um problema e dor de cabeça desnecessárias no futuro são bem mais baixas.

Investir em imóveis é uma solução muito segura e interessante, com potencial de valorização, principalmente se você escolher uma empresa de qualidade, solidez e renome no mercado.

 

Mudança

Artigos relacionados

06 / 06
Quer morar no Jardim das Angélicas? Conheça os benefícios

Quer morar no Jardim das Angélicas? Conheça os benefícios

Costuma-se dizer que um dos maiores sonhos dos brasileiros é a compra da casa própria. Esta é uma realidade de norte a sul deste país. E que tal, dar o…

Ver matéria completa
19 / 10
Imóveis São José dos Campos: por que optar por uma varanda gourmet?

Imóveis São José dos Campos: por que optar por uma varanda gourmet?

                      A tendência no momento nos imóveis de São José dos Campos são as varandas gourmet. E, ao contrário do que muitos pensam,…

Ver matéria completa
24 / 02

Saiba a diferença entre piso laminado e vinílico

Conheça e saiba a diferença entre piso laminado e vinílico e descubra qual o melhor para sua casa! Uma vez o contrapiso feito, tanto a aplicação do laminado ou do…

Ver matéria completa
Voltar ao Topo