fbpx
Voltar

Notícias

Acompanhe nosso blog
2304

Financiamento Caixa: fique por dentro sobre as regras para realizar o sonho da casa própria

Postado por: Diretor Montante

O anúncio da Caixa Econômica Federal da redução dos juros para financiamento caixa da casa própria, dia 16/4/2018, e o aumento do percentual do valor para financiamento caixa para imóvel usado já estão valendo e devem ajudar a aquecer o mercado imobiliário.

A Caixa reduziu os juros mínimos cobrados de 10,25% para 9% ao ano para imóveis enquadrados no Sistema Financeiro de Habitação (SFH). O SFH financia imóveis de até 950 mil reais no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, e de até 800 mil reais nos demais estados.

No caso de imóveis enquadrados no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), que financia imóveis cujos valores ficam acima dos limites do SFH, o banco reduziu as taxas mínimas de 11,25% para 10%.

A mudança ocorre após a Caixa reduzir duas vezes o teto de financiamento caixa para imóvel em 2017, deixar de ter as taxas mais baixas do mercado e perder a liderança nas linhas de crédito com recurso da poupança entre novembro do ano passado e janeiro deste ano.

Como financiar um apartamento pela caixa?

Se há interesse, por exemplo, em comprar apartamento, é possível fazer simulação financiamento caixa no próprio site da Caixa. No simulador de financiamento caixa é possível saber mais detalhes sobre prazos e condições.

O simulador de financiamento da caixa aponta quais as melhores opções de acordo com o perfil do comprador e aponta o melhor financiamento.

A Caixa financia até 70% do valor do imóvel novo ou usado. O limite foi restabelecido para imóveis usados em conjunto com a queda das taxas. O financiamento imobiliário caixa era de 50% do valor de imóveis usados. A única exceção era a linha Pró-Cotista, que já havia voltado a financiar até 70% do valor de imóveis usados em janeiro.

Também há na caixa, financiamento imobiliário para apartamento na planta. Veja no site do banco como funciona.

Como financiar uma casa pela Caixa?

Para obter o financiamento habitacional caixa é preciso preencher algumas condições. Veja aqui o que é necessário inicialmente para se obter financiamento de casas pela caixa:

Ter mais de 18 anos ou ser emancipado com 16 anos completos

Ser brasileiro ou possuir visto permanente no país

Possuir capacidade civil e de pagamento

O imóvel deve estar localizado: a) no mesmo município onde você exerça sua ocupação laboral principal, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana; ou b) no mesmo município onde você comprove a sua residência há mais de um ano, nos municípios limítrofes a ele ou integrantes da mesma região metropolitana.

Como funciona o financiamento da caixa?

Desde a simulação até a assinatura do contrato, a liberação de um caixa econômica financiamento leva cerca de 30 dias. Mas esse prazo só começa a contar a partir do momento em que os compradores e os vendedores entregam toda a documentação necessária.

Confira todas as etapas do processo:

– Simular financiamento imóvel caixa

Ao fazer o financiamento caixa simulador o interessado na compra irá saber se as parcelas caberão no seu orçamento. Depois desta simulação, o site da Caixa lista alguns imóveis que já foram avaliados e que se encaixam no seu financiamento, o que facilita o processo.

– Cadastro e documentação para o financiamento pela caixa

Depois, vá a uma agência da Caixa levando os documentos necessários para fazer o cadastro. Estes dados ficarão com o banco, que fará a análise de crédito para a caixa financiamento. Se o interessado puder utilizar o FGTS na compra, é neste momento que deve apresentá-lo por meio de um formulário.

Dica: é permitido somar duas rendas para financiar o imóvel. Se a casa ficará em seu nome e no nome de outro parente, como marido, mulher ou filho, dá para usar as duas rendas na hora de fazer o financiamento. Isso é importante porque você comprova um orçamento maior e tem mais chance de realizar o seu sonho da casa própria. Além disso, também é possível comprar com um namorado (a), mas neste caso os dois devem apresentar renda, mesmo sem nenhum vínculo formal, como uma união estável. Essa é uma opção válida também para casais homoafetivos.

– Pré-aprovação/Análise do crédito do financiamento imóvel caixa – Em um prazo de dois a cinco dias úteis após a entrega do cadastro, a Caixa dará uma resposta sobre o financiamento. Se o crédito for aprovado, o banco informará todos os detalhes da sua compra, como prazo e valor da entrada, das parcelas e dos juros. Esta fase é muito importante para se descobrir quanto de dinheiro realmente precisará para conseguir o financiamento da caixa.

– Avaliação do imóvel – Nesta etapa, os engenheiros vão avaliar o imóvel que se pretende comprar, enquanto a Caixa analisará a documentação dos vendedores. É nesse momento que o banco verifica todas as condições do imóvel para você ter mais segurança ao fechar o negócio. Caso queira acelerar o processo da compra, pode escolher um dos imóveis do Feirão Caixa, que já foram avaliados pelos engenheiros do banco. O prazo para entrega do laudo de avaliação é de até 15 dias. Assim, a aprovação final do financiamento levará de 20 a 30 dias. Esta avaliação também tem um custo, que será pago por você.

– Assinatura do contrato do financiamento caixa econômica – Após ser aprovado em todas essas fases, finalmente chegou o momento de assinar o contrato! Compradores e vendedores deverão comparecer a uma agência da Caixa para fazer isso. Com o contrato assinado, o comprador precisa registrá-lo em um Cartório de Registro de Imóveis, o que tem um custo. Esse preço muda conforme o estado, sendo que você também precisa pagar pelo Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), que corresponde a 2% do valor do imóvel comprado.

Qual a renda mínima para financiar um imóvel pela caixa?

Depende do valor do imóvel que se quer comprar, independentemente se for uma casa ou apartamento. Uma das regras existentes é a dos 30%.

Regra dos 30%: a parcela de um financiamento imobiliário pode ter um valor máximo de 30% do salário. No cálculo para o financiamento de 20 ou 30 anos, portanto, haverá limitações no valor máximo que se poderá pagar. Exemplo: suponha que alguém queira comprar um imóvel de R$185 mil, 100% financiado em 20 anos. Sem contar os juros, essa pessoa terá que pegar aproximadamente R$771 por mês. Para poder arcar com essa parcela, a renda familiar mínima terá de ser de aproximadamente R$2.570. Importante lembrar que essa renda tem que ser comprovado com declaração do imposto de renda, carteira de trabalho, ou holerite.

 

 

 

 

 

 

Artigos relacionados

09 / 05
Conheça os benefícios de procurar um imóvel no Feirão da Caixa

Conheça os benefícios de procurar um imóvel no Feirão da Caixa

O Feirão da Caixa é considerado o maior evento do mercado imobiliário brasileiro. Os negócios realizados no feirão costumam representar cerca de 12% dos financiamentos efetivados no ano pelo banco.…

Ver matéria completa
27 / 09

Somos notícia no Jornal Correio de Campinas

Bairro planejado ocupa vazio urbano   Fonte: Jornal Correio Popular Campinas Um vazio urbano de 1,472 milhão de metros quadrados no distrito do Campo Grande, em Campinas, será transformado em…

Ver matéria completa
24 / 02

Crédito imobiliário bateu recorde em 2013

O número de unidades financiadas no período de janeiro a dezembro de 2013 cresceu 17%, somando 529,8 mil ante 453,2 mil em 2012 São Paulo - Mais de meio milhão de…

Ver matéria completa
Voltar ao Topo